sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Polícia caça homens que estupraram uma jovem na cidade de Medeiros Neto

Polícia caça homens que estupraram uma jovem na cidade de Medeiros Neto
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 
Por Athylla Borborema
Juliano Souza Bomfim, 27 anos, está sendo procurado por crime de estupro em Medeiros Neto
As Polícias Civil e Militar de Medeiros Neto e da região estão à caça de dois homens que já estão com mandados de “prisão preventiva” expedidos pela justiça, após eles terem raptado uma jovem de 21 anos e a levado para um matagal, onde a violentaram sexualmente. E como a vítima reagiu o ato criminoso, foi também violentamente agredida e posteriormente deixada na esquina da sua casa pelos próprios criminosos em estado de flagelo, diante das fortes lesões que sofreu, tanto pela violência sexual, quanto pelas agressões físicas.

Conforme o delegado Kleber Eduardo Gonçalves, titular da Polícia Civil de Medeiros Neto, os homens estão sendo indiciados e procurados por crime de estupro, tendo em vista que a vítima sofreu lesões corporais, além da barbárie que é o próprio constrangimento em ter seu corpo violado. Narra o delegado, que a moça estava em um bar/restaurante na noite de sábado do último dia 15 de dezembro, quando teria pedido carona a um dos elementos que era seu conhecido. Mas os dois homens, ao invés de conduzir a moça até a casa dela, fizeram o inverso, lhe amordaçaram e a levaram de carro para um matagal que a vítima não soube dizer onde é, e lá os dois praticaram sexo à força com ela e durante os atos de reação, era agredida pelos estupradores.
Segundo o delegado Kleber Gonçalves, os acusados são Clemácio Gomes Rocha, 32 anos, de cor parda, natural de Mucuri, com parentes em Nanuque-MG., Teixeira de Freitas e Medeiros Neto e Juliano Souza Bomfim, 27 anos, (FOTO) de cor branca, natural de Medeiros Neto, com parentes também em Teixeira de Freitas. E diante dos fatos, foi feita a representação pela prisão dos acusados, cuja prisão preventiva terminou sendo decretada pela juíza Andréa Gomes Fernandes Beraldi, na tarde desta quarta-feira (19/12).
A Polícia Civil pede a colaboração da população regional para que qualquer informação sobre o paradeiro desses elementos, entrar em contato com a Polícia Civil de Medeiros Neto, pelo telefone (73) 3296-1150 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS (73) 3296-1150 end_of_the_skype_highlighting ou em Teixeira de Freitas pelo 197 ou pelo 190 da Polícia Militar da sua cidade. Vale ressaltar, que tanto Clemácio Gomes Rocha, 32 anos, quanto Juliano Souza Bomfim, 27 anos, estão com prisões preventivas decretadas.

      
Polícia caça homens que estupraram uma jovem na cidade de Medeiros Neto
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 
Por Athylla Borborema
Juliano Souza Bomfim, 27 anos, está sendo procurado por crime de estupro em Medeiros Neto
As Polícias Civil e Militar de Medeiros Neto e da região estão à caça de dois homens que já estão com mandados de “prisão preventiva” expedidos pela justiça, após eles terem raptado uma jovem de 21 anos e a levado para um matagal, onde a violentaram sexualmente. E como a vítima reagiu o ato criminoso, foi também violentamente agredida e posteriormente deixada na esquina da sua casa pelos próprios criminosos em estado de flagelo, diante das fortes lesões que sofreu, tanto pela violência sexual, quanto pelas agressões físicas.

Conforme o delegado Kleber Eduardo Gonçalves, titular da Polícia Civil de Medeiros Neto, os homens estão sendo indiciados e procurados por crime de estupro, tendo em vista que a vítima sofreu lesões corporais, além da barbárie que é o próprio constrangimento em ter seu corpo violado. Narra o delegado, que a moça estava em um bar/restaurante na noite de sábado do último dia 15 de dezembro, quando teria pedido carona a um dos elementos que era seu conhecido. Mas os dois homens, ao invés de conduzir a moça até a casa dela, fizeram o inverso, lhe amordaçaram e a levaram de carro para um matagal que a vítima não soube dizer onde é, e lá os dois praticaram sexo à força com ela e durante os atos de reação, era agredida pelos estupradores.
Segundo o delegado Kleber Gonçalves, os acusados são Clemácio Gomes Rocha, 32 anos, de cor parda, natural de Mucuri, com parentes em Nanuque-MG., Teixeira de Freitas e Medeiros Neto e Juliano Souza Bomfim, 27 anos, (FOTO) de cor branca, natural de Medeiros Neto, com parentes também em Teixeira de Freitas. E diante dos fatos, foi feita a representação pela prisão dos acusados, cuja prisão preventiva terminou sendo decretada pela juíza Andréa Gomes Fernandes Beraldi, na tarde desta quarta-feira (19/12).
A Polícia Civil pede a colaboração da população regional para que qualquer informação sobre o paradeiro desses elementos, entrar em contato com a Polícia Civil de Medeiros Neto, pelo telefone (73) 3296-1150 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS (73) 3296-1150 end_of_the_skype_highlighting ou em Teixeira de Freitas pelo 197 ou pelo 190 da Polícia Militar da sua cidade. Vale ressaltar, que tanto Clemácio Gomes Rocha, 32 anos, quanto Juliano Souza Bomfim, 27 anos, estão com prisões preventivas decretadas.
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário