sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Elio Brasil didica o mandato ao movimento sindical ao ser diplomado vereador em Porto Seguro

Elio Brasil didica o mandato ao movimento sindical ao ser diplomado vereador em Porto Seguro
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 
Informações: Pedro Ivo Rodrigues
O Partido dos Trabalhadores (PT) elegeu mais um representante no Poder Legislativo de Porto Seguro, desta vez o sindicalista e ex-secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social Elio Brasil, que milita na legenda há 20 anos, com histórico de engajamento no movimento sindical dos trabalhadores da hotelaria (Sinthothesb), do qual atualmente é secretário geral.


Natural de Canavieiras, sul da Bahia, Elio Brasil reside em Porto Seguro desde 1994, é casado e tem duas filhas. O vereador eleito, diplomado em ato solene realizado no Fórum local, na última sexta-feira, 7 de dezembro, junto com a prefeita Cláudia Oliveira, o vice Beto Axé Moi e demais vereadores e suplentes, entrou na vida pública se candidatando a vice-prefeito nas eleições de 2004 e a vereador em 2008. Posteriormente, ocupou o cargo de secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social no município e em 2012 foi eleito com 1077 votos, sendo o sexto vereador mais votado.
Elio Brasil, membro do Diretório Municipal do PT, afirma que sempre defendeu os ideais petistas e com a sua vitória nas urnas assume a vaga deixada pelo edil Gilvan Florêncio, que exerceu três mandatos.
Aliado do governador Jaques Wagner e dos deputados Zezéu Ribeiro e Rosemberg Pinto, Elio assume ser um defensor das práticas políticas adotadas pelo partido em níveis estadual e nacional. “Como vereador, quero apresentar projetos e aprovar leis que melhorem a vida do povo, contribuindo, mas também fiscalizando a administração municipal”, salientando que a sua vitória representa o êxito de um trabalho desenvolvido junto ao movimento sindical, organizando os trabalhadores da rede hoteleira e lutando pelas comunidades carentes. “Sempre acreditei nas pessoas humildes, a quem dei vitórias. Exercerei o verdadeiro papel do vereador, fazendo jus à confiança daqueles que me elegeram”, promete.
      

Polícia caça homens que estupraram uma jovem na cidade de Medeiros Neto

Polícia caça homens que estupraram uma jovem na cidade de Medeiros Neto
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 
Por Athylla Borborema
Juliano Souza Bomfim, 27 anos, está sendo procurado por crime de estupro em Medeiros Neto
As Polícias Civil e Militar de Medeiros Neto e da região estão à caça de dois homens que já estão com mandados de “prisão preventiva” expedidos pela justiça, após eles terem raptado uma jovem de 21 anos e a levado para um matagal, onde a violentaram sexualmente. E como a vítima reagiu o ato criminoso, foi também violentamente agredida e posteriormente deixada na esquina da sua casa pelos próprios criminosos em estado de flagelo, diante das fortes lesões que sofreu, tanto pela violência sexual, quanto pelas agressões físicas.

Conforme o delegado Kleber Eduardo Gonçalves, titular da Polícia Civil de Medeiros Neto, os homens estão sendo indiciados e procurados por crime de estupro, tendo em vista que a vítima sofreu lesões corporais, além da barbárie que é o próprio constrangimento em ter seu corpo violado. Narra o delegado, que a moça estava em um bar/restaurante na noite de sábado do último dia 15 de dezembro, quando teria pedido carona a um dos elementos que era seu conhecido. Mas os dois homens, ao invés de conduzir a moça até a casa dela, fizeram o inverso, lhe amordaçaram e a levaram de carro para um matagal que a vítima não soube dizer onde é, e lá os dois praticaram sexo à força com ela e durante os atos de reação, era agredida pelos estupradores.
Segundo o delegado Kleber Gonçalves, os acusados são Clemácio Gomes Rocha, 32 anos, de cor parda, natural de Mucuri, com parentes em Nanuque-MG., Teixeira de Freitas e Medeiros Neto e Juliano Souza Bomfim, 27 anos, (FOTO) de cor branca, natural de Medeiros Neto, com parentes também em Teixeira de Freitas. E diante dos fatos, foi feita a representação pela prisão dos acusados, cuja prisão preventiva terminou sendo decretada pela juíza Andréa Gomes Fernandes Beraldi, na tarde desta quarta-feira (19/12).
A Polícia Civil pede a colaboração da população regional para que qualquer informação sobre o paradeiro desses elementos, entrar em contato com a Polícia Civil de Medeiros Neto, pelo telefone (73) 3296-1150 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS (73) 3296-1150 end_of_the_skype_highlighting ou em Teixeira de Freitas pelo 197 ou pelo 190 da Polícia Militar da sua cidade. Vale ressaltar, que tanto Clemácio Gomes Rocha, 32 anos, quanto Juliano Souza Bomfim, 27 anos, estão com prisões preventivas decretadas.

      
Polícia caça homens que estupraram uma jovem na cidade de Medeiros Neto
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 
Por Athylla Borborema
Juliano Souza Bomfim, 27 anos, está sendo procurado por crime de estupro em Medeiros Neto
As Polícias Civil e Militar de Medeiros Neto e da região estão à caça de dois homens que já estão com mandados de “prisão preventiva” expedidos pela justiça, após eles terem raptado uma jovem de 21 anos e a levado para um matagal, onde a violentaram sexualmente. E como a vítima reagiu o ato criminoso, foi também violentamente agredida e posteriormente deixada na esquina da sua casa pelos próprios criminosos em estado de flagelo, diante das fortes lesões que sofreu, tanto pela violência sexual, quanto pelas agressões físicas.

Conforme o delegado Kleber Eduardo Gonçalves, titular da Polícia Civil de Medeiros Neto, os homens estão sendo indiciados e procurados por crime de estupro, tendo em vista que a vítima sofreu lesões corporais, além da barbárie que é o próprio constrangimento em ter seu corpo violado. Narra o delegado, que a moça estava em um bar/restaurante na noite de sábado do último dia 15 de dezembro, quando teria pedido carona a um dos elementos que era seu conhecido. Mas os dois homens, ao invés de conduzir a moça até a casa dela, fizeram o inverso, lhe amordaçaram e a levaram de carro para um matagal que a vítima não soube dizer onde é, e lá os dois praticaram sexo à força com ela e durante os atos de reação, era agredida pelos estupradores.
Segundo o delegado Kleber Gonçalves, os acusados são Clemácio Gomes Rocha, 32 anos, de cor parda, natural de Mucuri, com parentes em Nanuque-MG., Teixeira de Freitas e Medeiros Neto e Juliano Souza Bomfim, 27 anos, (FOTO) de cor branca, natural de Medeiros Neto, com parentes também em Teixeira de Freitas. E diante dos fatos, foi feita a representação pela prisão dos acusados, cuja prisão preventiva terminou sendo decretada pela juíza Andréa Gomes Fernandes Beraldi, na tarde desta quarta-feira (19/12).
A Polícia Civil pede a colaboração da população regional para que qualquer informação sobre o paradeiro desses elementos, entrar em contato com a Polícia Civil de Medeiros Neto, pelo telefone (73) 3296-1150 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS (73) 3296-1150 end_of_the_skype_highlighting ou em Teixeira de Freitas pelo 197 ou pelo 190 da Polícia Militar da sua cidade. Vale ressaltar, que tanto Clemácio Gomes Rocha, 32 anos, quanto Juliano Souza Bomfim, 27 anos, estão com prisões preventivas decretadas.
      

O que é nepotismo?

O que é nepotismo?


Nepotismo é o favorecimento dos vínculos de parentesco nas relações de trabalho ou emprego. As práticas de nepotismo substituem a avaliação de mérito para o exercício da função pública pela valorização de laços de parentesco. Nepotismo é prática que viola as garantias constitucionais de impessoalidade administrativa, na medida em que estabelece privilégios em função de relações de parentesco e desconsidera a capacidade técnica para o exercício do cargo público. O fundamento das ações de combate ao nepotismo é o fortalecimento da República e a resistência a ações de concentração de poder que privatizam o espaço público.

Em 18 de outubro de 2005, o Conselho Nacional de Justiça editou a Resolução nº 07, banindo definitivamente as práticas de nepotismo do Poder Judiciário brasileiro. A norma especifica os casos em que o favorecimento de parentes na nomeação para cargos de provimento em comissão ou função gratificada representam nepotismo, salvaguardando situações nas quais o exercício de cargos públicos por servidores em situação de parentesco não viola a impessoalidade administrativa, seja pela realização de concurso público, seja pela configuração temporal das nomeações dos servidores.

O nepotismo está estreitamente vinculado à estrutura de poder dos cargos e funções da administração e se configura quando, de qualquer forma, a nomeação do servidor ocorre por influência de autoridades ou agentes públicos ligados a esse servidor por laços de parentesco. Situações de nepotismo só ocorrem, todavia, quando as características do cargo ou função ocupada habilitam o agente a exercer influência na contratação ou nomeação de um servidor. Dessa forma, na nomeação de servidores para o exercício de cargos ou funções públicas, a mera possibilidade de exercício dessa influência basta para a configuração do vício e para configuração do nepotismo.

A posterior edição de Enunciados Administrativos e a consolidação de interpretações realizadas pelo Plenário do Conselho também compõem o conjunto normativo que dispõe sobre o nepotismo no Conselho Nacional de Justiça.  O nepotismo cruzado, o nepotismo entre Poderes da República e aquele realizado por via da requisição de servidores são formas sutis de identificação da utilização de cargos públicos para manifestações de patrimonialismo e privatização do espaço público.

Após três anos da edição da Resolução nº 07, o Supremo Tribunal Federal, no julgamento da Ação Declaratória de Constitucionalidade nº 12, consolidou o entendimento de que a proibição do nepotismo é exigência constitucional, vedada em todos os Poderes da República (STF, Súmula Vinculante nº 13, 29 de agosto de 2008).

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

FUP promove nesta segunda Dia Nacional de Luta por PLR justa e democrática

FUP promove nesta segunda Dia Nacional de Luta por PLR justa e democrática

17/12/2012

Federação Única dos Petroleiros mobiliza a base de norte a sul do país por negociação transparente

Escrito por: FUP

  FUP  
Mobilizados, petroleiros exigem negociação justa e transparente da PLR
Mobilizados, petroleiros exigem negociação justa e transparente da PLR

Nesta segunda-feira, 17, os petroleiros das bases da FUP estão novamente mobilizados por uma PLR justa e democrática, cujos montante e distribuição sejam negociados de forma transparente com as organizações sindicais. O dia nacional de luta convocado pela FUP está tendo atrasos e concentrações nas unidades operacionais e administrativas do Sistema Petrobrás. É um alerta para que a empresa negocie com a categoria, ao contrário do que tem feito nos últimos anos, ao definir de forma unilateral o provisionamento da PLR, sem regras ou critérios que atendam às reivindicações dos trabalhadores.
No Espírito Santo, a mobilização desta segunda foi concentrada na UTGC (Unidade de Tratamento de Gás e Condensado de Cacimbas). Os petroleiroes atrasaram a troca de turno das 07 horas, numa mobilização que teve participação plena de todos os trabalhadores da unidade.
Na Bahia, a categoria aprovou nas assembleias que as mobilizações pela PLR devem ser feitas em todas as áreas da Petrobrás e empresas do sistema. Na manhã desta segunda (17), a direção do Sindipetro Bahia levou essa mensagem à categoria na RLAM, onde houve atraso de uma hora no Portão 1, com parada dos ônibus. Os diretores do sindicato deram informes sobre a campanha da PLR desse ano e alertaram que nesse ano não haverá antecipação, com o objetivo de se negociar o montante, a partir de um regramento da PLR que precisa ser negociado com a Petrobrás. A base foi bastante receptiva e demonstrou disposição para fazer essa disputa e obter uma PLR com regras claras e justas.
Em Manaus (AM), os trabahadores realizaram atrasos de 1h30 pela manhã na Reman, na base administrativa do Gas e Energia e na sede da Transpetro, com adesão total da categoria.
No Rio Grande do Sul, os petroleiros da Refap cortaram a redição do turno da 8 horas. No Terminal de Osório e na UTE de Sepé Tiaraju, houve atrasos de 1 horas no início do expediente.
Em Minas Gerais, os trabalhadores estão fazendo paralisações de 2 horas nas trocas de turno. A mobilização teve início às 23h30 de ontem e prosseguiu pela manhã. Haverá nova paralisação na troca do turno das 15h30. Participam da mobilização os petroleiros da Regap, Termelétrica Aureliano Chaves e Usina de Biodiesel de Montes Claros.
No Ceará, houve atrasos de 1 horas em Fazenda Belém (área de E&P) e nas plataformas marítimas, através de operações padrão.
Nas unidades do Unificado-SP, as chuvas fortes atrapalharam as mobilizações e o Sindipetro fez concentrações e panfletagens nos ônibus que traziam os trabalhadores para as unidades, hoje pela manhã.

CONSELHO DELIBERATIVO NA QUARTA
Na quarta-feira, 19, a  FUP e seus sindicatos voltam a se reunir no Conselho Deliberativo para discutir um calendário nacional de luta, com mobilizações mais contundentes. Nas assembleias iniciadas dia 10, os trabalhadores discutiram estratégias de luta que servirão de base para a reunião do Conselho.

Pesquisa revela fraudes, suborno e grilagem na produção de papel e celulose no Brasil

Pesquisa revela fraudes, suborno e grilagem na produção de papel e celulose no Brasil

18/12/2012

Edição especial do Instituto Observatório Social revela crimes das empresas de celulose como lavagem de dinheiro e corrupção

Escrito por: Instituto Observatório Social


O Brasil detém a marca de maior produtor mundial de celulose branqueada. As unidades industriais estão distribuídas entre o norte do Espírito Santo e o sul da Bahia. Nessa região, segundo dados levantados pela pesquisa O FALSO VERDE, as empresas de celulose estão ligadas a diversos crimes, dentre eles lavagem de dinheiro, fraude, corrupção, sonegação de impostos e crimes ambientais e trabalhistas.

Confira aqui a íntegra da reportagem na edição especial de 15 anos do Instituto Observatório Social.

O principal controlador das empresas envolvidas com os problemas é o BNDES, seguido porVotorantim e Fibria. O banco aumentou a injeção de recursos no setor em 2009, em decorrência da crise internacional. Hoje, é o principal investidor em celulose no mundo.

A pesquisa, liderada pelo jornalista Marques Casara, mostra o passo a passo das fraudes e dos crimes tributários, ambientais e trabalhistas ligados à cadeia produtiva da celulose.

Mostra também como as empresas da região falsificaram documentos e se uniram a oficiais do Exército para expulsar moradores que habitavam a região.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Mãe e filha trabalham juntas como atrizes pornô na Flórida


Mãe e filha trabalham juntas como atrizes pornô na Flórida

Diário de Pernambuco
Mãe e filha trabalham juntas como atrizes pornô na Flórida
Duas atrizes eróticas estão causando repercussão na Flórida, nos Estados Unidos. As mulheres, que fazem filmes e fotografias de conteúdo adulto juntas, são parentes próximas, mais precisamente mãe e filha, o que estaria gerando dúvidas sobre a legalidade do trabalho, pois as leis locais consideram criminosas quaisquer práticas incestuosas.
Mãe e filha, que se identificam como Jessica, de 56 anos, e Monica, de 22, se defendem dizendo que não têm nenhum contato físico e sequer se tocam durante as filmagens e sessões de fotos. Porém, é comum que ambas contracenem ao mesmo tempo com homens e mulheres, em um tipo de relação conhecida como ménage-à-trois.

Jessica alega que não vê problema em atuar com a filha, já que não há interação corporal direta: "Nós não temos um problema de fazer dois-em-um", disse ao jornal Huffington Post. Já Monica explica que as atuações ao lado da mãe têm coreografias próprias para que não haja contato. "Não é fácil fazercom que nossos lábios nunca se toquem durante as filmagens", conclui.

Discussões à parte, mãe e filha afirmam que a parceria está dando certo. As duas, que se auto-intitulam "The Sexxxtons", acabam de lançar um DVD juntas e seguem postando conteúdo adulto em um site próprio.

Diplomação de João Bosco seu vice e vereadores será dia 17

Diplomação de João Bosco seu vice e vereadores será dia 17

Teixeira de Freitas: Na próxima segunda-feira 17 de dezembro, serão diplomados no fórum da cidade o prefeito eleito de Teixeira de Freitas, João Bosco Bittencourt (PT); o vice-prefeito eleito Gilberto do Sindicato (PC do B), juntamente com todos os vereadores eleitos: Erlita Conceição Freitas (PT); Aguinaldo Teixeira Barbosa, o “Aguinaldo da Saúde” (PDT); Onedi Alves Souza, “Onedi” (PSB); Ronaldo Alves Cordeiro, o “Ronaldo Baitakão” (PSC); Moacir Oliveira de Souza, o “Souza da PM” (PSD); José Vicente dos Santos, o “Zé da Mata” (PT do B); Adriano Santos Souza, o “Adriano Souza” (PTN); Domingos Oliveira Donato, o “Domingos do Fórum” (PSC); Yuri Takao Shinozaki, o “Yuri da Tajon” (PR); Ailson da Cruz Pereira (PSDB); Adalgiso Rodrigues Jardim (PR); Edinaldo Rezende dos Santos (PT); Juvenal Etelvina Laureano, o “Juvenal das Laranjas” (PTN); Milton Rezende dos Santos (PT); Tomires Barbosa Monteiro, o “Miro” (PTB); Joanilton Rodrigues dos Santos (PT) e Manoel Pedro dos Santos, o “Pedrão”, do PV, Gilberto Lemes Soares, do PT, e Ariston Pinheiro da Costa.
A cerimônia de diplomação ocorrerá no Salão do Júri do fórum local e será presidida pelo juiz eleitoral de Teixeira de Freitas, Marcus Aurelius Sampaio. O cerimonial tem horário previsto para começar às 17 horas.
O salão do Júri do Fórum local dispõe de um espaço para pouco mais de 100 pessoas, o que deve restringir a presença de convidados e parentes dos diplomados. A organização do cerimonial, inclusive, já restringiu o número de profissionais de imprensa que terão acesso ao local para apenas um profissional por veículo de comunicação, sendo que eles não terão direito a assento e deverão estar devidamente uniformizados ou portando crachá de identificação.
É bom lembrar que a diplomação é o primeiro passo depois da eleição para que o eleito possa exercer o mandato, que só acontecerá em primeiro de janeiro. A eleição e a diplomação não dão poderes aos eleitos, apenas a posse, para que, de fato, possam exercer seus mandatos.

Mais de 2 mil pessoas pedem paz após a morte do estudante do Rui Barbosa

Mais de 2 mil pessoas pedem paz após a morte do estudante do Rui Barbosa
Por: Sulbahianews - 14/12/2012 - 08:20:54
Na manhã desta quinta-feira, 13 de dezembro, mais de duas mil pessoas participaram de uma caminhada pela paz, motivada, dentre outros fatos, pela recente morte do estudante do Colégio Rui Barbosa, Áthila Pereira Vieira, de 17 anos, assassinado por um colega de escola de 16 anos de idade na sexta-feira, 7 de dezembro.
A caminhada pela paz, como foi chamada, saiu da frente do Colégio Estadual Democrático Rui Barbosa às 8h30. Estavam presentes amigos e familiares da vítima, além de populares que iam se introduzindo no grupo por onde a caminhada passava, todos ecoando um uníssono pedido de “paz” por meio de belas mensagens e louvores.
Além da morte do adolescente Àthila, os manifestantes também lembraram a morte de Jeovane Conceição Silva, de 18 anos, que foi atropelado e morto na madrugada de domingo em um trágico acidente de trânsito.
Faixas e cartazes chamavam a atenção de todos para buscarem a paz, dois minitrios ampliavam a voz dos manifestantes, que cantavam músicas pedindo paz, chamando a atenção de todos para que refletissem sobre o significado da paz.
Uma das faixas carregada pelos manifestantes dizia “Em tempos de paz, os filhos sepultam os pais. Em tempo de guerra, os pais sepultam os filhos”. Uma jovem que falava emocionada em cima do trio complementava afirmando que “a paz é a única forma de nos sentirmos realmente humanos”. Pedindo justiça ela dizia: “A justiça ampara, defende, acolhe os desprotegidos, cessa os conflitos e promove a paz”.
O percurso terminou na Praça da Bíblia, percorreu toda Marechal Castelo Branco, contornando a Praça Castro Alves e percorrendo a Avenida Princesa Isabel, eram diversas as manifestações que pediam paz, em um dos minitrios, diversas bisnagas brancas foram jogadas para os manifestantes.
Na Praça da Bíblia, onde houve o encerramento da manifestação, a mãe de Àthila, Míria Pereira Silva, fez um rápido discurso, que emocionou a todos os presentes, pedindo que nada de mal fosse feito à pessoa que tirou a vida do seu filho, que apenas fosse feito justiça. “É isso que eu quero, que a justiça seja feita”, concluiu a mãe de Àthila.
Em seguida foi a vez do pai do garoto, Ademir Vieira, fazer um breve relato sobre o comportamento do seu filho, que estudava a semana toda e no final de semana ia ajudar ele em seu trabalho, para que pudesse ganhar um trocado para pode pagar um sorvete para sua namorada.
A namorada de Àthila, a adolescente Amanda Sant’ana, de 14 anos, também acompanhou todo o protesto, mas, muito emocionada, não quis falar nada, apenas acompanhar tudo, ficando muito sensibilizada com as lembranças do jovem namorado, que se foi de forma muito prematura.
Todo o protesto contou com ampla cobertura da Polícia Militar e da Comissão de Trânsito e Transporte do município.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

João Bosco anuncia os nomes dos seus 15 secretários de governo em Teixeira de Freitas

João Bosco anuncia os nomes dos seus 15 secretários de governo em Teixeira de Freitas
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 

Por Athylla Borborema
O prefeito eleito de Teixeira de Freitas, o médico João Bosco Bittencour (PT), anunciou e apresentou a população por meio da imprensa na manhã desta quinta-feira (06/12), no auditório do Metrópole Palace Hotel, a sua equipe de governo para a gestão 2013/2016. Ao lado do seu vice-prefeito Gilberto Souza Santos, o “Gilberto do Sindicato” (PC do B) e de 18 dos 19 vereadores eleitos, o prefeito eleito João Bosco disse que foi criterioso ao escolher seus 15 secretários de governo, porque teve que aliar profissionais técnicos com pessoas políticas, tendo em vista que a sua administração será um governo feito para o povo e, para lidar com a população, ele vai precisar de pessoas que gostem também de povo.
“Geralmente não se defende aquilo que não se conhece e não se defende aquilo que a gente não respeita. Mas graças a Deus, todos nos conhecem e gozamos de muito respeito e quero proporcionar o melhor para Teixeira de Freitas e transformá-la numa terra de qualidade e ótima para se trabalhar e viver. Desejo que todos tenham confiança e fé no nosso governo, porque seremos defensores do desenvolvimento e da qualidade de vida desse povo que tem colocado grande expectativa em nossa chegada na Prefeitura Municipal. E para isso estou nomeando o meu secretariado e dando total autonomia a cada um deles, porque o nosso objetivo é fazer funcionar tudo aquilo que a gente tem e assim ocorrendo, tudo ficará bem logo nos primeiros meses de governo”, destacou João Bosco.

O prefeito João Bosco disse que será muito importante trabalhar direito, afinal, ele vai está administrando a felicidade de mais de 150 mil pessoas. E recomendou todos os secretários nomeados que antes da posse percorra todas as localidades rurais, distrito e bairros da cidade para que possam conhecer a realidade de todos os moradores, como vivem e dormem muitos teixeirenses. João Bosco tirou um dos sapatos do pé e mostrou aos presentes que aquele par de calçados que usava, foi o mesmo que escolheu para caminhar durante toda campanha e como lhe deu sorte na eleição lhe conduzindo à vitória, escolheu calçá-lo também no anúncio dos secretários para que a sorte e a sabedoria continuem reinando na sua missão em prol de Teixeira de Freitas.


Conheça o secretariado
Procuradoria Geral do Município - José Antônio Barbosa Silva, tem 46 anos, é natural de Teófilo Otoni/MG., e está radicado em Teixeira de Freitas há 20 nos. É advogado público de carreira há 21 anos, ex-procurador Geral do Município na gestão Wagner Mendonça e assessor jurídico do Sindicato dos Comerciários.
Chefe de Gabinete - Marcílio Goulart, tem 46 anos e é natural de Teófilo/MG., e está radicado em Teixeira de Freitas há 20 anos, é graduado em Administração de Empresas e para assumir o cargo, deixa a secretaria de finanças do Sindicato dos Bancários do Extremo Sul da Bahia.
Secretário de Administração - Eujácio Dantas, é natural de Itamaraju e tem 38 anos, possui uma grande história de amizade e de luta na militância do PT com o prefeito João Bosco. É bacharel em Administração de Empresas com ênfase em Marketing, pós-graduado em Tecnologia da Informação e especialista com MBA em Gestão Empresarial pela Escola de Administração da Fundação Getúlio Vargas e, em Teixeira de Freitas já foi executivo das empresas Nutrimaq, Unimed e Adsoft Informática.
Secretário de Finanças e Fazenda Pública - Ari Silva Santos, é natural de Itabuna e tem 45 anos. É bacharel em Administração de Empresas pela Universidade Tiradentes de Aracajú e pós-graduado em Gestão Pública e Planejamento de Cidades pela Facinter – Faculdade Internacional de Curitiba. Já foi secretário de Governo e secretário de Planejamento do município de Itajú do Colônia, diretor Administrativo Financeiro da Secretaria Municipal de Saúde de Ilhéus, subsecretário de Saúde de Ilhéus, secretário de Assistência Social e Trabalho do município de Ilhéus e ex-assessor parlamentar do deputado federal Josias Gomes.
Secretário de Planejamento - Rogério Augusto Silva, é professor, natural de Itajuípe e tem 55 anos. É técnico em agropecuária, graduado em Pedagogia, já foi diretor da EMARC e CEPLAC de Teixeira de Freitas, foi assessor da Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional, assessor da diretoria da CAR, foi assessor do presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva no programa Fome Zero e deixa o cargo de diretor superintendente da Agricultura Familiar do Governo Jacques Wagner para ocupar a pasta no governo João Bosco.
Secretário de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano – Erisvaldo Lacerda Gusmão “Valdo Gusmão”, é natural de Macarani, embora seja radicado desde jovem em Itamaraju e tem 58 anos. É professor de física e matemática, formado em engenharia civil pela Universidade Federal do Espírito Santo, foi secretário de Governo, Secretário de Educação, vereador e presidente da Câmara de Itamaraju e desde 2005, é diretor da RF Engenharia, uma das principais empresas de construção civil do interior do Estado.
Secretário de Saúde - Marcus Vinícius Pinto Vianna, é natural de Nanuque/MG., tem 39 anos e é sobrinho dos prefeitos Célio Pinto, Beto Pinto e do ex-deputado Uldurico Pinto. Marcus Pinto é advogado público militante há 10 anos, bacharel em direito pela Universidade Fumec de Belo Horizonte. Já foi chefe de gabinete e secretário municipal de Finanças de Porto Seguro, e também Procurador Geral do Município de Eunápolis.
Secretária de Educação - Isabel Cristina Frazão Mota, tem 50 anos, é natural de Corrente/PI., e mora em Teixeira de Freitas há 21 anos. A professora Isabel Cristina é educadora há 30 anos, é graduada em Música, Pedagogia, pós-graduada em Gestão Comunitária, Gestão Educacional e Ciências Sociais.
Secretário de Segurança Pública com Cidadania - Bartolomeu Calheiros, é natural de Salvador e tem 60 anos e mora em Teixeira de Freitas há 20 anos. É tenente-coronel da reserva da Polícia Militar da Bahia, graduado em Administração de Empresas, foi comandante do 13º Batalhão da Polícia Militar de Teixeira de Freitas por 8 anos, foi vice-prefeito do município na gestão 2005/2008 e agora deixa o cargo de diretor geral do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas para assumir uma pasta no governo João Bosco.
Secretário da Indústria e Comércio e Desenvolvimento Econômico - Valter Barbosa, o “Valter da Livraria Arte e Vida”, é natural de Cachoeira do Mato, distrito de Teixeira de Freitas e tem 50  anos, é graduado em Administração de Empresas e é o proprietário da Papelaria e Livraria Arte Vida.
Secretário de Serviços Públicos - Agnaldo Ferreira, nasceu em Cachoeira do Mato, distrito de Teixeira de Freitas, tem 52 anos, é técnico em Contabilidade, comerciante e ex-vereador por Teixeira de Freitas.
Secretário de Assistência Social - Antônio Jorge da Silva Correia, tem 34 anos e é natural de Salvador. É graduado em Serviço Social e Licenciado em Filosofia e para assumir o cargo no governo João Bosco, vai deixar a função de assistente social do CRAS do bairro São Lourenço.
Secretário de Meio Ambiente - Arnaldo Ribeiro, “Arnaldinho”, tem 27 anos e mora em Teixeira de Freitas há 25. É oriundo do ramo empresarial, graduado em Gestão Pública e deixará o cargo de assessor do deputado Valmir Assunção para assumir a secretaria no município de Teixeira de Freitas.
Secretário de Esporte e Lazer - Fernando Luca de Melo, “Fernandão”, tem 42 anos de idade, é natural de Belo Horizonte/MG., e mora em Teixeira de Freitas há 20 anos. É empresário e esportista, técnico em Edificação Civil e graduado em Administração de Empresas.
Secretário de Agricultura - José Henrique Gonsalves da Cruz, “Henrique da Ceplac”, tem 55 anos, é técnico em Agropecuária, vereador pelo PT por dois mandatos em Teixeira de Freitas, integrante do serviço público federal há 37 anos e atual chefe do escritório regional da CEPLAC.
   

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Teixeira: Guarda municipal é flagrado abusando de criança de 10 anos dentro de escola

Teixeira: Guarda municipal é flagrado abusando de criança de 10 anos dentro de escola
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 
Por Ronildo Brito e Tyago Ramos
Homem permanecerá preso numa cela isolada da carceragem da 8ª Coorpin e além de estupro de vulnerável pode ser responsabilizado por pedofilia
Foi preso e apresentado à imprensa no final da tarde desta quinta-feira (29), o guarda municipal Jorge Souza da Silva, 53 anos, acusado de abusar sexualmente de uma menina de apenas 10 anos de idade, no interior de uma escola pública em Teixeira de Freitas.
Primeiro, Jorge, que é presbítero de uma igreja evangélica, teria comentado com um outro colega de trabalho, ter praticado os atos com a menor e ainda gravado em seu celular. Preocupado, o outro guarda comunicou o fato ao seu superior, esse que solicitou as imagens do circuito interno da escola. Após a conferência das gravações as cenas lamentáveis foram constatadas e de imediato o fato foi comunicado à Delegacia Especializada da Mulher (DEAM).
No vídeo o guarda municipal aparece em diversos ângulos e ambientes do estabelecimento de ensino praticando os abusos. “São cenas lastimáveis para uma pessoa que deveria proteger os alunos e que na verdade pratica uma barbárie como essa”, comentou a delegada Kátia Guimarães, titular da DEAM de Teixeira de Freitas.
A ação rápida que culminou na prisão do guarda municipal Jorge Souza da Silva, 53 anos, foi desencadeada pelos delegados Kátia Guimarães, Manoel Andreeta e o investigador Wellington Águia. O acusado confessou abertamente o crime e justificou como uma ação de fraqueza. Nesta sexta-feira (30) o delegado Manoel Andreeta informou que ele [acusado] teria dado um celular à menina.
Delegados Manoel Andreeta e Kátia Guimarães, além do investigador Wellington Águia, responsáveis pela prisão do acusado
Após ser ouvido pelos delegados Kátia Guimarães e Manoel Andreeta, na própria sede da DEAM, Jorge Souza da Silva, 53 anos, foi encaminhado à carceragem da 8ª Coopin de Teixeira de Freitas, onde permanecerá preso. Ele está sendo indiciado por estupro de vulnerável e se ficar provado que o mesmo fez a gravação através do seu celular no momento que abusava da criança, poderá ainda ser enquadrado por crime de pedofilia.


O Teixeira News teve acesso ao conteúdo do vídeo e mesmo com recursos de edição, a redação optou em não publicá-lo, já que são cenas muito fortes para um crime praticado contra uma criança de tão pouca idade, o que é vedado por lei.
      

Prostituta se assusta com tamanho de pênis de cliente e foge

Prostituta se assusta com tamanho de pênis de cliente e foge
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 
Fonte: BAhia Notícias
A situação é inusitada não só para quem lê a notícia.“Estou nesse negócio há mais de dez anos, mas nunca me deparei com o que eu vi dentro daquele quarto. Esse homem era extremamente bem dotado”. A declaração é da prostituta que foi flagrada fugindo depois que ficou assustada com o tamanho do pênis de um cliente em um hotel na cidade de Mtwapa, no Quênia. De acordo com informações do site "Nairobi Wire" e a emissora de TV "HLN", a mulher permaneceu por 15 minutos no quarto de um turista estrangeiro, mas fugiu quando viu as proporções do pênis do seu quase cliente. "Se não tivesse fugido, poderia ter morrido ou ter que fazer pontos”, afirmou. Segundo o G1, um outro hóspede fotografou com seu celular a mulher enquanto ela fugiu do hotel.
 
  
 
 
Prostituta se assusta com tamanho de pênis de cliente e foge
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 
Fonte: BAhia Notícias
A situação é inusitada não só para quem lê a notícia.“Estou nesse negócio há mais de dez anos, mas nunca me deparei com o que eu vi dentro daquele quarto. Esse homem era extremamente bem dotado”. A declaração é da prostituta que foi flagrada fugindo depois que ficou assustada com o tamanho do pênis de um cliente em um hotel na cidade de Mtwapa, no Quênia. De acordo com informações do site "Nairobi Wire" e a emissora de TV "HLN", a mulher permaneceu por 15 minutos no quarto de um turista estrangeiro, mas fugiu quando viu as proporções do pênis do seu quase cliente. "Se não tivesse fugido, poderia ter morrido ou ter que fazer pontos”, afirmou. Segundo o G1, um outro hóspede fotografou com seu celular a mulher enquanto ela fugiu do hotel.
 
  
 
 

sábado, 27 de outubro de 2012

Sintrexbem publica edital de convocação Assembleia geral eleitoral

Sintrexbem publica edital de convocação Assembleia geral eleitoral

 
 
TEIXEIRA DE FREITAS- EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ELEITORAL
O Presidente do SINDICATO DOS TRABALHADORES NA SILVICULTURA, NO PLANTIO, TRATOS CULTURAIS,
EXTRAÇÃO E BENEFICIAMENTO DA MADEIRAEM ATIVIDADES FLORESTAIS EINDUSTRIA MOVELEIRA DO
EXTREMO SUL DA BAHIA – SINTREXBEM, no uso de suas atribuições legais, estatutárias e regimentais,
faz saber aos associados em pleno gozo de seus direitos sindicais, que fará realizar eleições para a
Diretoria Plena da entidade, para o triênio 2013/2015, em 1º Escrutínio no dia 09 (nove) de Novembro
de 2.012 (dois mil e doze) e, não havendo quorum, em 2º Escrutínio no dia 26 (vinte e seis) de
Novembro de 2.012 (dois mil e doze), no horário de 04:00 às 16:00 horas, e serão instaladas 10 (dez)
urnas coletoras, sendo 1 (uma) -xa na sede do sindicato, 3 (três) -xa no centro de lazer do sindicato, 1
(uma) -xa na sub-sede de Posto da Mata, 1 (uma) -xa em Itabatan no SINDISERVIM localizada na rua
Pouso Alegre , 69 , centro , e 4 (quatro) itinerantes na base territorial do sindicato, e que se encontra
aberto o prazo para registro de candidaturas para a Diretoria Plena, Conselho Fiscal e Delegados
Representantes junto à Federação, a encerrar-se no dia 29 (vinte e nove) de Outubro de 2012, na
Secretaria do SINTREXBEM à Rua Joel Andrade, nº 68 – Vila Vargas – TEIXEIRA DE FREITAS – BA., no horário
de 07:30 às 11:30 e das 13:30 às 17:30 horas, de Segunda a Sábado, em conformidade com as
disposições legais, estatutárias e regimentais.-Teixeira de Freitas – BA., 22 de Outubro de 2012.
Ass.: Silvânio Alves de Oliveira – Presidente SINTREXBEM

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Cipeiro dispensado sem justa causa não receberá indenização

Cipeiro dispensado sem justa causa não receberá indenização

Cipeiro dispensado sem justa
causa não receberá indeni...

A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho deu provimento a recurso da Quebecor World São Paulo S.A., para excluir da condenação o pagamento de indenização por estabilidade provisória de cipeiro (empregado membro de comissão interna de prevenção de acidentes - CIPA) dispensado em decorrência de problemas econômico-financeiros enfrentados pela empresa.
O empregado ajuizou ação trabalhista após dispensa sem justa causa e pleiteava receber verbas decorrentes da estabilidade provisória. A empresa se defendeu e alegou que problemas de natureza financeira motivaram a extinção da maioria das atividades do estabelecimento.
A sentença deferiu o pedido do trabalhador e determinou o pagamento de indenização pelo período de estabilidade decorrente do cargo ocupado. A Quebecor World recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP) e afirmou que a demissão do cipeiro ocorreu por motivo de ordem econômico-financeira, o que justificaria o desaparecimento da estabilidade do empregado membro da CIPA, conforme artigo 165 da CLT.
O Regional não deu razão à empresa e manteve a sentença, pois concluiu não haver fundamento legal que autorize a dispensa de membro da CIPA pelo motivo alegado.
Inconformada, a empresa interpôs recurso de revista no TST. O relator, ministro Walmir Oliveira da Costa, explicou que a regra é a manutenção das atividades do cipeiro, que só poderá ser dispensado em situações excepcionais. No caso, a despedida ocorreu por motivo econômico-financeiro, "hipótese textualmente prevista no artigo 165 da CLT a justificar a dispensa sem justa causa do membro da CIPA".
O ministro deu provimento ao recurso da empresa, pois concluiu que o Regional afrontou o referido dispositivo da CLT ao afirmar que a dificuldade financeira não constituiu fundamento legal para a dispensa.
A decisão foi unânime para determinar o retorno dos autos ao TRT-2 para o exame do recurso ordinário sob a luz do motivo econômico-financeiro alegado pela empresa.
Processo : RR - 264500-86.2004.5.02.0029
FONTE: TST

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Novos nomes irão compor a Câmara, apenas o vereador Edinaldo foi reeleito
O resultado da eleição para vereadores, no dia 7 de outubro, surpreendeu até mesmo os analistas políticos de Teixeira de Freitas. Diversos vereadores que tinham seus nomes cogitados à reeleição ficaram de fora da composição da Câmara Municipal para os próximos quatro anos, que terá 19 cadeiras, 11 a mais que a atual legislatura.
Dos 11 vereadores, nove disputaram a reeleição, a vereadora Marta Hellena do PP, e Gilberto do Sindicato do PCdoB foram candidatos a vice-prefeitos. Marta, vice de Timóteo, e Gilberto, vice de João Bosco, vencedor da eleição para prefeito, com 12.331 votos a frente do segundo colocado. Por causa de problemas de saúde ainda não divulgados, o vereador Teté das Frutas (PSL) optou por não concorrer a reeleição.
Apesar de ter tido uma votação expressiva, a coligação de João Bosco fez apenas seis vereadores. A coligação de Timóteo fez a maioria da Câmara, 11 vereadores no total. Os outros dois candidatos foram eleitos pelas coligações dos candidatos a prefeito Dr. Rodrigo (PSDB) e Tarcísio Gama (PV). Dos nove candidatos a reeleição, apenas Edinaldo conseguiu se manter no Poder Legislativo.
Confira a lista dos vereadores eleitos:
Erlita Conceição Freitas, “Erlita do PT” (PT), com 1.479 votos – Coligação de João Bosco
Agnaldo Teixeira Barbosa, “Agnaldo da Saúde” (PDT), com 1.330 votos – Coligação de Timóteo
Onedi Alves de Sousa, “Onedi” (PSB), com 1.284 votos – Coligação de Timóteo
Ronaldo Alves Cordeiro, “Ronaldo Baitakão” (PSC), com 1.215 votos – Coligação de Timóteo
Moacir Oliveira de Souza, “Souza da Associação” (PSD), com 1.203 votos – Coligação de Timóteo
José Vicente dos Santos, “Zé da Mata” (PT), com 1.198 votos – Coligação de Timóteo
Adriano Santos Souza, “Adriano Souza” (PTN), com 1.194 votos – Coligação de Timóteo
Domingos Oliveira Donato, “Domingos do Fórum” (PSC), com 1.192 votos – Coligação de Timóteo
Yuri Takao Shinozaki, “Yuri da Tajon” (PR), com 1.142 votos – Coligação de Timóteo
Ailson da Cruz Pereira (PSDB), com 1.113 votos – Coligação de Dr. Rodrigo
Adalgiso da Cruz Pereira (PR), com 1.008 votos – Coligação de Timóteo
Edinaldo Rezende dos Santos (PT), com 1.003 votos – Coligação de João Bosco
Juvenal Etelvina Laureano, “Juvenal Etelvina” (PTN), com 940 votos – Coligação de Timóteo
Milton Rezende dos Santos (PT), com 901 votos – Coligação de João Bosco
Tomires Barbosa Monteiro, “Miro” (PSL), com 876 votos – Coligação de João Bosco
Joanilton Rodrigues dos Santos, “Joanilton do FRISA” (PT), com 964 votos – Coligação de João Bosco
Pedrão (PV), com 844 votos – Coligação de Tarcísio Gama
“Gilberto do PT” (PT), com 810 votos – Coligação de João Bosco
Ariston (PP) com 690 votos – Coligação de Timóteo

João Bosco é médico cardiologista renomado na região e vem surpreendendo pelo crescimento político perante cargos eletivos. Após uma campanha modesta para deputado estadual, usando de poucos recursos e alcançando quase 20 mil votos, seu nome ressurgiu como candidato natural do PT (Partido dos Trabalhadores) para as próximas eleições municipais. João Bosco não é um aventureiro político. Desde os tempos de universidade esteve envolvido com o PT como militante, desde a sua fundação em Minas Gerais, e em movimentos estudantis de esquerda. Numa conversa descontraída na sua casa, em janeiro, ele nos falou de família, estudos, anseios, trabalho e de como a política entrou em sua vida. O relato que segue é totalmente baseado nas informações colhidas durante a entrevista.
 Infância e juventude
Do menino João, nascido em Campos Altos, interior de Minas Gerais, ele nos fala com certa nostalgia. Lembra que passava o tempo brincando, na marcenaria do avô João ou numa pequena plantação de café nas terras do pai, também João, hoje morador de Teixeira de Freitas. Menino livre do interior, fabricava seus próprios brinquedos e tinha também certas responsabilidades não muito prazerosas. Ele e os irmãos eram responsáveis pela recata do café que sobrava no chão após a colheita. Na época eram três crianças na casa. Depois vieram mais três. A mãe, Atalice, torrava esse café para o próprio consumo e para vender o que sobrava.
Desde pequeno sonhava em ser engenheiro civil (talvez influência do pai que era pequeno construtor), e foi nesse intuito que saiu de Ipatinga/MG, onde morava com os pais, e se dirigiu a Campinas/SP, sozinho, aos 20 anos, em busca dos seus sonhos. Morou numa pensão para estudantes e trabalhou como ajudante de pedreiro e depois como carpinteiro numa obra em um bairro de periferia, onde o engenheiro chefe era uma espécie de capataz de construção – rude e grosseiro com os trabalhadores. Apesar de um teste vocacional apontar a Engenharia Civil como primeira opção, João Bosco, desiludido, queria algo novo para sonhar. Convivia diariamente com estudantes de medicina e aquele ideal o conquistou.
Segundo grau incompleto (sempre em escolas públicas), mala cheia de sonhos, ele se submeteu aos exames do curso supletivo. Levou três anos entre cursinho e eliminação das matérias no supletivo.
Aquele jovem que fora vendedor de verduras nas ruas, ajudante de pedreiro, motorista e marceneiro, não se deixou abater pelas dificuldades. Sempre foi à luta e venceu todos os obstáculos. Trabalhou duro para sobreviver e custear os estudos. Conviveu com o desapontamento de uma marmita estragada na hora do almoço, com a falta de dinheiro para a condução e tudo o que passa os que ganham menos. No cursinho obteve uma bolsa integral em troca de prestação de serviços para a escola, o que facilitava um pouco.
Após algumas tentativas, passou no vestibular para ciências biológicas na UNB, em Brasília. Mas logo abandonou o curso e foi morar em Belo Horizonte, onde passou em medicina na Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. Para sobreviver em Belo Horizonte, João Bosco teve que trabalhar, dando aulas como plantonista, no Colégio Pitágoras. Esse dinheiro era usado para pagar a pensão onde morava. Para se alimentar, trabalhava um dia por semana no Banco de Sangue da Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte. Conseguiu ingressar no programa de Crédito Educativo, o que facilitou seus estudos na faculdade.
Na faculdade, participou de movimentos estudantis e da fundação de um núcleo de estudantes petistas. Isso criou atritos tanto na Santa Casa quanto na própria faculdade, pois era época da ditadura militar e esses movimentos eram vistos como subversivos. Chegou a ser demitido dos dois empregos por causa de sua atuação nesses movimentos. Para sobreviver arrumou outro emprego no Banco de Sangue do Hospital Evangélico de Belo Horizonte e durante dois anos dividiu com a irmã Virginia o bandeijão a que ela tinha direito na faculdade onde estudava enfermagem. Ainda por causa desse envolvimento político, um diretor da faculdade entrou em contato com seu pai, para denunciá-lo e para comunicar sua expulsão do curso de medicina. O pai ficou do seu lado, lhe dando total apoio e segurança para prosseguir nos seus propósitos. O processo de expulsão só não avançou porque os estudantes classificaram o fato como cerceamento da liberdade de expressão, organização e manifestação política, se mobilizaram buscando apoio de vários partidos políticos para o enfrentamento e o processo acabou sendo arquivado.
Terminado o curso de medicina, João Bosco fez residência em medicina interna na Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte, onde teve muito contato com casos ligados a cardiopatias, daí seu interesse com o que faz hoje. Depois, fez medicina intensiva, também ligada à cardiologia. Posteriormente fez ergometria, importante na arte do diagnóstico, prognóstico e acompanhamento das doenças coronarianas. Foi, principalmente, a lida com doentes graves, particularmente aquelas com urgências coronarianas, que o tornou conhecido em Teixeira de Freitas e região.
Medicina e política
Em 1988, já formado e estabilizado na cidade de Vespasiano, Minas Gerais, foi candidato a prefeito pelo PT. Não foi eleito e foi perdendo sua identidade profissional, passando a ser visto como prestador de favores, o que não é de todo ruim, mas a medicina é o seu meio de vida, uma profissão da qual tira o sustento da família. Como havia sido demitido do hospital onde trabalhava e da Prefeitura da cidade por perseguição política, ficou praticamente sem condição de sobreviver e trabalhar lá. Por isso, mudou-se para Timóteo/MG, em 1990, e lá trabalhou por um ano, com fitoterapia, catalogando e estudando plantas medicinais e trabalhando com medicina natural junto às comunidades, num projeto da prefeitura.
Considera esse período uma referência muito boa na sua vida profissional. Hoje, João Bosco tem certeza de que qualquer que fosse a profissão abraçada, inclusive, engenharia civil, teria se saído bem. “O que determina a qualidade de um profissional é a dedicação, o respeito pelas pessoas com quem se convive, sem abrir mão de princípios e valores”, diz João.
Prova disso, foi a maneira como se saiu bem como administrador, sem ter formação para tal. Durante algum tempo foi auditor e diretor financeiro da Unimed Extremo Sul, depois presidente. Assumiu cargo de vice-presidente da Federação das Unimeds da Bahia e representação junto a Unimed do Brasil. Foi fundador e o primeiro presidente da Associação Médica de Teixeira de Freitas e ajudou a montar o Hospital São Paulo, também em Teixeira de Freitas. Em 1991 voltou a morar em Vespasiano, mas trabalhava no CTI da Santa Casa de Misericórdia em Belo Horizonte.
Em 1992, veio passar férias no Extremo Sul da Bahia e aproveitou para visitar dois irmãos, Luiz Augusto e Júlio César que moravam aqui. Ao conhecer o Hospital Sobrasa, numa conversa com dona Mariinha, descobriu que havia uma grande carência de profissionais na área de cardiologia em toda a região e decidiu vir trabalhar aqui, com um sonho de implantar uma Centro de Tratamento Intensivo (CTI). Em poucos meses descobriu a impossibilidade do seu projeto, principalmente, por falta de material humano. Sempre incentivou a vinda de mais cardiologistas para Teixeira de Freitas, pois só assim será possível a implantação da tão sonhada CTI, que prestará serviços a toda a comunidade regional.
João Bosco ficou durante quase 10 anos se firmando apenas como médico, sem nenhuma ligação direta com política partidária. Quando alguns dirigentes do Partido dos Trabalhadores de Teixeira de Freitas descobriram sua história, seu passado político de esquerda, sua luta pela redemocratização do país, fez renascer seus anseios políticos.
Participou ativamente da Campanha de Lula em 2002, foi candidato a prefeito em 2004 e candidato a deputado estadual em 2006. Não se elegeu, mas surpreendeu pelo enorme crescimento do seu nome no cenário político local e regional. Fato comprovado com a vitória no último dia 7 de outubro, quando conquistou a Prefeitura de Teixeira de Freitas com quase 12 mil votos a frente do principal concorrente, Temóteo Brito.
Hoje, João Bosco presta seus serviços como diretor financeiro da Unimed, como cardiologista no Hospital São Paulo e na Clínica São Lucas e é vice-presidente da Federação das Unimeds da Bahia.
Casamento e filhos
João Bosco considera o casamento um acontecimento fantástico na vida de uma pessoa; e família um sonho para a vida toda. Sempre sonhou com os filhos criados e vindo visitá-lo, enchendo a casa de netos. Tem três filhos: Leonardo (16 anos), André (15 anos) e Joana (7 anos) [idades na época da entrevista]. Num determinado momento o casamento foi interrompido, e o maior sofrimento foi conseguir a guarda dos filhos. A segurança de educar os filhos lhe deu muita tranquilidade. Estimula o bom relacionamento dos filhos com a mãe, pois acha que a referência dos pais é muito importante para o desenvolvimento deles.
Todo esse conflito da separação e guarda dos filhos aconteceu no início da campanha política para prefeito em 2004, o que tornou tudo muito mais difícil. A campanha deixaria expostos tanto ele quanto seus filhos, que ainda eram muito crianças. Mas, quando um jornal de Teixeira abordou a sua separação de maneira que ele considera nada ética e buscando proveito político, João Bosco não teve dúvidas, conversou com os filhos e mostrou que problemas tão pessoais poderiam ser utilizados para promover seu desgaste político e que os filhos fatalmente também seriam penalizados. Claro que Joana ficou fora dessa conversa, mas os dois maiores tiveram uma postura de gente grande. Assim, enfrentou tudo com o apoio das crianças. Leonardo e André estiveram presentes ao seu lado em quase todos os comícios e Joana foi sua grande companheira durante toda a campanha política.
Tem uma relação aberta com os filhos, mas sabe impor limites se necessário. “Quase tudo se resolve numa conversa franca onde o exemplo e o amor são a fórmula perfeita para se educar”, diz. Claro que pensa em se casar novamente. Porém, a pessoa terá que amar seus filhos muito mais que a ele próprio. E terá que conquistar o amor deles também. Seu sonho de uma família unida, de um casamento para sempre, ainda persiste.
A vida social de Dr. João Bosco tem se resumido a visitas na periferia, fazendo trabalho de conscientização através de palestras educativas. Nesses dois anos após a eleição para prefeito, tem feito reuniões, falado de saúde preventiva, junto às comunidades de bairros, da zona rural inclusive de outros municípios do Extremo Sul.
Vocação de Teixeira de Freitas e virada política na Bahia
Segundo João Bosco, Teixeira de Freitas, como toda cidade jovem, tem uma população empreendedora que gosta de desafios. É uma cidade inquieta. A iniciativa privada se desenvolveu muito aqui, porém, o serviço público ainda é muito incipiente. Para que haja crescimento sustentável é preciso que se invista mais em educação em todos os níveis e que os serviços de saúde pública sejam mais estruturados. Isto dá segurança para investidores e para a população, gera empregos e, consequentemente, mais desenvolvimento. A medicina privada se desenvolveu bastante em Teixeira de Freitas, enquanto a saúde pública quase não andou. Os pequenos negócios precisam ser fortalecidos, no campo e na cidade com uma política de recursos financeiros e técnicos envolvendo as instituições de ensino. É preciso estimular e desenvolver o empreendedorismo nas pequenas empresas, aumentando, assim, a classe média da cidade e o poder competitivo do mercado através da distribuição de renda.
“A Bahia tinha uma cultura da enganação, num modelo de gestão que pregava o ‘rouba, mas faz’”, disse João Bosco. “Não se pode educar uma juventude sob esse prisma. O povo cansou disso. Cansou do ‘Carlismo’, da enganação constante, do empobrecimento por falta de uma política de desenvolvimento. O povo oprimido, desrespeitado, reprimido, tomou consciência e reagiu. Foi isso que causou a virada política na Bahia, elegendo Jaques Wagner governador”.
João Bosco adora uma moqueca de surubim acompanhada de uma cervejinha. Mas evita beber, pois a profissão exige lucidez constante. Só o faz em momentos muito especiais ou durante as férias. Sua casa está sempre aberta para receber os amigos. É um fanático torcedor do Cruzeiro Esporte Clube e um atleta de fim de semana, jogando futebol como lateral esquerdo. E como todo atleta que se preze, já operou o menisco. Esse é Dr. João Bosco Bitencourt: médico, político, pai exemplar e atleta do futebol, agora, novo prefeito de Teixeira de Freitas.