sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Teixeira: Guarda municipal é flagrado abusando de criança de 10 anos dentro de escola

Teixeira: Guarda municipal é flagrado abusando de criança de 10 anos dentro de escola
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 
Por Ronildo Brito e Tyago Ramos
Homem permanecerá preso numa cela isolada da carceragem da 8ª Coorpin e além de estupro de vulnerável pode ser responsabilizado por pedofilia
Foi preso e apresentado à imprensa no final da tarde desta quinta-feira (29), o guarda municipal Jorge Souza da Silva, 53 anos, acusado de abusar sexualmente de uma menina de apenas 10 anos de idade, no interior de uma escola pública em Teixeira de Freitas.
Primeiro, Jorge, que é presbítero de uma igreja evangélica, teria comentado com um outro colega de trabalho, ter praticado os atos com a menor e ainda gravado em seu celular. Preocupado, o outro guarda comunicou o fato ao seu superior, esse que solicitou as imagens do circuito interno da escola. Após a conferência das gravações as cenas lamentáveis foram constatadas e de imediato o fato foi comunicado à Delegacia Especializada da Mulher (DEAM).
No vídeo o guarda municipal aparece em diversos ângulos e ambientes do estabelecimento de ensino praticando os abusos. “São cenas lastimáveis para uma pessoa que deveria proteger os alunos e que na verdade pratica uma barbárie como essa”, comentou a delegada Kátia Guimarães, titular da DEAM de Teixeira de Freitas.
A ação rápida que culminou na prisão do guarda municipal Jorge Souza da Silva, 53 anos, foi desencadeada pelos delegados Kátia Guimarães, Manoel Andreeta e o investigador Wellington Águia. O acusado confessou abertamente o crime e justificou como uma ação de fraqueza. Nesta sexta-feira (30) o delegado Manoel Andreeta informou que ele [acusado] teria dado um celular à menina.
Delegados Manoel Andreeta e Kátia Guimarães, além do investigador Wellington Águia, responsáveis pela prisão do acusado
Após ser ouvido pelos delegados Kátia Guimarães e Manoel Andreeta, na própria sede da DEAM, Jorge Souza da Silva, 53 anos, foi encaminhado à carceragem da 8ª Coopin de Teixeira de Freitas, onde permanecerá preso. Ele está sendo indiciado por estupro de vulnerável e se ficar provado que o mesmo fez a gravação através do seu celular no momento que abusava da criança, poderá ainda ser enquadrado por crime de pedofilia.


O Teixeira News teve acesso ao conteúdo do vídeo e mesmo com recursos de edição, a redação optou em não publicá-lo, já que são cenas muito fortes para um crime praticado contra uma criança de tão pouca idade, o que é vedado por lei.
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário