sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Diplomação de João Bosco seu vice e vereadores será dia 17

Diplomação de João Bosco seu vice e vereadores será dia 17

Teixeira de Freitas: Na próxima segunda-feira 17 de dezembro, serão diplomados no fórum da cidade o prefeito eleito de Teixeira de Freitas, João Bosco Bittencourt (PT); o vice-prefeito eleito Gilberto do Sindicato (PC do B), juntamente com todos os vereadores eleitos: Erlita Conceição Freitas (PT); Aguinaldo Teixeira Barbosa, o “Aguinaldo da Saúde” (PDT); Onedi Alves Souza, “Onedi” (PSB); Ronaldo Alves Cordeiro, o “Ronaldo Baitakão” (PSC); Moacir Oliveira de Souza, o “Souza da PM” (PSD); José Vicente dos Santos, o “Zé da Mata” (PT do B); Adriano Santos Souza, o “Adriano Souza” (PTN); Domingos Oliveira Donato, o “Domingos do Fórum” (PSC); Yuri Takao Shinozaki, o “Yuri da Tajon” (PR); Ailson da Cruz Pereira (PSDB); Adalgiso Rodrigues Jardim (PR); Edinaldo Rezende dos Santos (PT); Juvenal Etelvina Laureano, o “Juvenal das Laranjas” (PTN); Milton Rezende dos Santos (PT); Tomires Barbosa Monteiro, o “Miro” (PTB); Joanilton Rodrigues dos Santos (PT) e Manoel Pedro dos Santos, o “Pedrão”, do PV, Gilberto Lemes Soares, do PT, e Ariston Pinheiro da Costa.
A cerimônia de diplomação ocorrerá no Salão do Júri do fórum local e será presidida pelo juiz eleitoral de Teixeira de Freitas, Marcus Aurelius Sampaio. O cerimonial tem horário previsto para começar às 17 horas.
O salão do Júri do Fórum local dispõe de um espaço para pouco mais de 100 pessoas, o que deve restringir a presença de convidados e parentes dos diplomados. A organização do cerimonial, inclusive, já restringiu o número de profissionais de imprensa que terão acesso ao local para apenas um profissional por veículo de comunicação, sendo que eles não terão direito a assento e deverão estar devidamente uniformizados ou portando crachá de identificação.
É bom lembrar que a diplomação é o primeiro passo depois da eleição para que o eleito possa exercer o mandato, que só acontecerá em primeiro de janeiro. A eleição e a diplomação não dão poderes aos eleitos, apenas a posse, para que, de fato, possam exercer seus mandatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário