Funcionário é preso acusado de furtar produtos de empresa florestal em Teixeira de Freitas

Funcionário é preso acusado de furtar produtos de empresa florestal em Teixeira de Freitas
  
Comentário()Versão para Impressão
 
 
 
Por Tyago Ramos
Após intenso trabalho investigativo os policiais civis do Serviço de Investigação (SI) da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, prenderam na noite desta quinta-feira (15), Roberto Rufino Nascimento, de 42 anos, acusado de furtar produtos agrícolas da empresa GF Florestal, onde o mesmo é funcionário.
A detenção do acusado aconteceu em sua residência, no bairro Bela Vista, por volta das 18h30, local onde os policiais apreenderam 18 pacotes de 5 quilos do produto Scalt, com preço estimado em R$ 180 cada. Também foi apreendido um veículo Fiat Siena, placa OLB-2867/Teixeira de Freitas-Ba., o qual estava com 14 pacotes do mesmo produto em seu compartimento de bagagem. Na garagem do prédio onde o funcionário reside, ainda foram apreendidos 12 quilos de adubos granulados 10-30-10, produto usado na plantação de eucalipto, que também seriam da empresa GF Florestal.
Indiciado por furto pela delegada Valdiza Fernandes, o funcionário Roberto Rufino Nascimento, de 42 anos, não falou com a imprensa. Ele permanece custodiado na carceragem da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas e além do processo criminal, deve ser demitido por justa causa.
No total os produtos encontrados na casa do acusado totalizariam a quantia aproximada de R$ 6 mil. A GF informou que em nenhuma hipótese os seus funcionários podem transportar qualquer de seus defensivos ou adubos em veículos que não sejam os padronizados da própria empresa, muito menos armazená-los em casa. Os desvios aconteceriam na passagem de gasto superior do realmente empregado nas plantações.
Na manhã desta sexta-feira (16) o Teixeira News conseguiu com exclusividade uma informação dando conta que a Polícia Civil investiga um suposto esquema para desvio e compra de produtos florestais na região.

Comentários